A hemodiálise é uma das modalidades de tratamento da Insuficiência Renal Crônica. De maneira simplificada podemos dizer que é um processo através do qual o sangue do paciente é filtrado e depurado de resíduos tóxicos que se acumulam no seu corpo em decorrência do não funcionamento dos rins.
 
     A hemodiálise (ou a filtração do sangue) é feita por máquinas (rim artificial) que “filtram” o sangue do paciente. Geralmente o paciente necessita de três sessões de hemodiálise por semana, com 4h de duração. Estas máquinas utilizam água tratada, soluções de diálise e filtros capilares para bem operar e para a segurança do tratamento. A qualidade da diálise depende de vários fatores: acesso venoso (a fístula arterial venosa – FAV), máquinas adequadas, filtros capilares eficientes, tratamento adequado de água, soluções de boa procedência, equipe multiprofissional especializada e experiente, espaço físico adequado e agradável ao paciente. No IDR a água é tratada por osmose reversa. Todo o procedimento é operado e monitorado dentro de normas internacionais de segurança e atende a todos os quesitos dispostos em Portarias da ANVISA. As máquinas de diálise passam por processo continuado de manutenção preventiva e revisão técnica especializada.
 
     Os pacientes são avaliados e acompanhados por equipe multiprofissional. Os médicos e enfermeiras acompanham todo o tratamento em tempo integral, desde a chegada do paciente, até sua liberação pós-tratamento. O paciente é avaliado  pelo médico antes de cada sessão de diálise. Desta forma, a diálise é prescrita de forma individualizada segundo as suas necessidades do paciente. Periodicamente são realizados exames  laboratoriais para acompanhamento dos pacientes e verificação da eficiência da diálise. Estes exames são apresentados ao paciente pelo médico em consultas mensais, onde são revisadas medicações e parâmetros da diálise.

     Nossa equipe busca estar sempre atualizada para oferecer uma diálise eficiente e segura aos nossos pacientes.